Umbanda: Texto: Exu Pimenta
 


Exu Pimenta
Pub 2016

Exu bastante emergente no movimento atual de Umbanda, suas fa-langes crescem a cada dia, aumentando e solidificando seu poder de abrangência e atuação.

De personalidade forte e irreverente, possui uma língua deveras afia-da, sempre pronto a salpicar-nos as verdades que teimamos em es-conder.

Carismático e sedutor, contudo, suas palavras tem o poder de atingir-nos sem machucar, de conscientizar-nos sem nos reduzir a autoesti-ma.

Em resumo, ele tem o dom de falar na lata o que não queremos ouvir e a gente ainda agradece.

Viveu na Europa entre 1420 e 1480 mais ou menos, estabelecendo-se em Portugal, muito embora, acredito, não tenha nascido nesse país.

Enriqueceu como comerciante, usando de seu raciocínio rápido e ha-bilidades retóricas.

Passou, assim, a fazer parte da nobreza, frequentando a corte, perí-odo em que constituiu carmas relativos ao uso desvirtuado do dinhei-ro e do poder adquiridos.

Segundo ele: “Errei, penei, aprendi, compreendi, me transformei e venci. Hoje trabalho, sem reclamar, ajudando idiotas como aquele que eu fui.

Pub 2016

Sr. Pimenta é um Exu ligado, essencialmente, ao elemento fogo.

Os outros Exus costumam chamá-lo de “O Ardido”.

Essa ligação com a energia ígnea, dizem, associa-o ao Orixá Xangô, mas pessoalmente desconheço se essa afirmação é procedente e ain-da faço exceção, pois sou filho de Oxossi e nós nos damos muito bem há muitos anos.

Um de seus parceiros inseparáveis é o Sr. Exu Pinga Fogo, a quem atribui o destino daqueles trevosos vencidos que, orgulhosos, rejei-tam suas ofertas de paz.

Também se associa aos demais Exus do fogo, como Sr. Exu Brasa, Sr. Exu Bará, entre outros.

Para realizar seu ofício de guardião, utiliza-se de armas diversas, a exemplo dos muitos e afiados punhais que carrega ocultos por trás de seu fraque bordô.

Quando em demanda, apresenta-se acompanhado de enormes cães negros, nada amigáveis, semelhantes a rottweilers, mas de olhos ver-melhos como o fogo.

Duas coisas irritam sobremaneira Sr. Exu Pimenta: falta de respeito com os Exus por parte de nós encarnados e espíritos trevosos que uti-lizam o nome Exu para arriarem em terreiros.

Não gosta de brincadeiras e pode se tornar verbalmente muito agres-sivo se defrontado com algum tipo de desrespeito.

Quanto aos falsos Exus, costuma ser implacável e demonstra prazer ao derrubá-los.

Não obstante essa personalidade forte, e suas alterações de humor a depender do teor dos trabalhos que realiza, Sr. Pimenta é, de manei-ra geral, um espírito muito alegre e irreverente.

Tanto que quando chega no Terreiro, através da incorporação, a pri-meira coisa que faz é, invariavelmente, abrir um longo sorriso.

Taí, mais uma entidade retratada pela nossa irmã de corrente, Fran Falsoni, a quem fica aqui, de público, meu sincero agradecimento.

Laroiê Exú!

Saravá a todos

Ref. ilustração: Fran Falsoni:
https://www.flickr.com/photos/fran_falsoni

Pub 2016

Se desejar conhecer mais sobre
a Umbanda clique em
Voltar