A Mother - Christine

MEU PRIMEIRO AMOR

Carmo Vasconcelos

 

 

Ah! Meu primeiro amor, quanta cegueira,

tornou, depois de ti, meu rumo incerto…

Outros banais amores, só canseira

trouxeram ao meu peito a descoberto.


Fugazes devaneios, inconsistentes,

fogos-fátuos, inábeis pra aquecer

minhas veias, ora gélidas, dormentes,

ausente o teu calor que as fez ferver.


Neles sempre busquei tua ideal imagem,

sequestrada no tempo pla voragem

que me arrastou por ventos de ilusão…


Guarda este meu poema onde estiveres

pra que lembres, amor, sempre que o leres,

que cativo é de ti meu coração!

 

***

Lisboa/Portugal

04/08/2011



Fundo Musical: Love spell - Ernesto Cortázar

 

***

https://carmovasconcelos.spaces.live.com

https://carmovasconcelosf.spaces.live.com

https://eisfluencias.ecosdapoesia.org

Christine
::.. Stationary by Jaqueline Argentin® ..::
Se deseja receber minhas criações, acesse o grupo:
Artesanet Stationarys
Tag A Mother by Christine
Visite meus sites:
|
Artesanet PSP | Artesanet Tags  | Vitrine Artesanet | Scrapbook Digital |
* Não apague os créditos da mensagem ao repassar *

 
Anterior Próxima Namorados Homenagens
 
Menu Principal