Umbanda: Texto: Apresentação - Pomba-gira
 


Pomba-gira

Pombajira, Bombogira, Pomba Gira ou Pomba-gira é uma Entidade que trabalha na Umbanda e para uma melhor compreensão da comu-nidade leiga, é retratada como uma forma feminina de Exu.

Etimologia

A origem do termo é incerta.

Uma das teorias a descreve como uma corruptela de Pambu Njila, o *inquice equivalente a Exu no Candomblé de Angola.

*Segundo o Dicionário Aurélio:
inquice
[Do quimb.]
Substantivo masculino.
1.Bras. BA Rel. O equivalente aos Orixás, nos candomblés de Angola e do Congo.
2.Rel. Na África, o fetiche ou receptáculo das forças sobrenaturais; pode ser um monte de terra, um saquinho de pedras, penas, conchas e ervas, ou uma estatueta de madeira.


Em português, “pomba” no sentido figurado pode se referir a uma pessoa boa, enquanto “gira” é um adjetivo para “bonita”; uma Pom-ba-gira seria, por consequência, uma mulher boa e bonita.

Características

Assim como no caso dos exus masculinos, Pomba-giras são entidades espirituais, o espírito de alguém que nasceu e morreu, portanto per-tence ao chamado povo de rua ou catiço.

As Pomba-giras vestem saias rodadas, usam brincos, pulseiras, perfu-mes e rosas.

Mas não é obrigatório que os médiuns se utilizem dessas vestimentas para a incorporação.

Cada terreiro trabalha de forma autônoma.

Alguns centros uniformizam a roupa dos médiuns; todos, por exem-plo, vestem branco.

Falanges

Há diversas falanges dessas entidades, que costumam auxiliar seus médiuns nos terreiros de Umbanda.

Como por exemplo:

Pomba-gira Sete Saias, Pomba-gira Maria Padilha, Pomba-gira Rosa dos Ventos, Pomba-gira Rainha das 7 Encruzilhadas, Pomba-gira da Calunga, Pomba-gira das Almas, Pomba-gira Cigana, Pomba-gira Maria Mulambo, Pomba-gira Rosa Vermelha, Dona Rosinha Caveira, entre outras.

Oferendas

As oferendas às Pomba-giras são inúmeras, sempre acompanhadas de vinho espumante de boa qualidade e bebidas fortes como o gim, burbom e, em isolados casos, aguardente.

A elas, são oferecidos cigarrilhas e cigarros de filtro branco, rosas vermelhas (sempre em número ímpar), mel, licor de anis (que é uma de suas bebidas preferidas), espelhos, enfeites, joias, bijuterias, batons, perfumes, enfim, todo o aparato que se atribui à chamada “vaidade feminina”.

Os despachos às Pomba-giras são feitos em encruzilhadas em forma de “T”, cemitérios, estradas e, em alguns casos, jardins.

Fonte: Wikipédia

Pub 2018

Se desejar conhecer mais sobre
a Umbanda clique em
Voltar