Umbanda: Texto: Apresentação - Ogum
 


Ogum

Ogum Orixá da guerra, da coragem, o protetor dos templos, das ca-sas, dos caminhos.

Ogum precede os outros Orixás, vindo logo após Exu.

Ogum é um grande guerreiro e sempre foi uma das figuras míticas mais invocadas.

Sua função é intervir, no plano astral, nas guerras que os seres huma-nos não conseguem travar ou vencer na sua luta cotidiana.

É também um Orixá que venceu muitas batalhas por amor.

Ogum é sempre um defensor ferrenho de seus filhos e está sempre disposto a nos ajudar e a defender uma justa causa.

Ogum é quem realiza a abertura de caminhos, a ordenação, o afasta-mento da desordem e do caos, o corte das atuações negativas.

Mas tudo; a partir do equilíbrio íntimo dos seres perante a Lei Divina.

A primeira “batalha” que Pai Ogum nos ensina a realizar é vencer os vícios e a desordem interna.

Uma vez equilibrados, podemos, então, atrair situações e relaciona-mentos ordenados.

Culto a Ogum Orixá

Dia da semana consagrado a Ogum: Terça-feira
Cores:
Azul escuro, azul marinho, azul cobalto, verde
Símbolo:
Idá (espada de ferro)
Contas:
Azul escuro, verde
Oferendas:
Bodes e galos, inhame, feijoada, cerveja branca
Saudação: “
Ogunhê!

Características dos filhos do Orixá Ogum

Os filhos de Ogum são o tipo das pessoas fortes, aguerridas e impul-sivas, incapazes de perdoar as ofensas de que foram vítimas.

São pessoas que perseguem energicamente seus objetivos e não se desencorajam facilmente.

Daquelas que, nos momentos difíceis, triunfam onde qualquer outro teria abandonado o combate e perdido toda a esperança.

Possuem humor mutável, passando de furiosos acessos de raiva ao mais tranquilo dos comportamentos.

São do tipo de pessoas impetuosas e arrogantes, mas que devido à sinceridade e franqueza de suas intenções, tornam-se difíceis de se-rem odiadas.

Sincretismo de Ogum e São Jorge

O Orixá Ogum é sincretizado com São Jorge, homenageado no dia 23 de abril.

Lei e Justiça são interligadas.

O dragão subjugado por São Jorge, que sincretiza com Ogum, repre-senta exatamente o trabalho pela vitória sobre as nossas trevas interi-ores.

O dragão é o símbolo da maldade, dos vícios, das negatividades, do ego exacerbado, da vaidade extrema, da ganância, etc.

Vencendo “o dragão”, sob o amparo de Ogum, nós podemos atrair si-tuações favoráveis, sob o amparo da Lei Divina.

Sintonizados com essa Lei, alcançamos o amparo da Justiça do Cria-dor.

Então, os inimigos terão olhos, mãos, pés e armas, mas não consegui-rão nos enxergar.

Não poderão nos tocar e nem nos alcançar ou ferir, como diz um pon-to cantado.

Fonte: Site Raízes Espirituais:
https://www.raizesespirituais.com.br/orixas/ogum/


Pub 2019

Ervas: Abacateiro, Aroeira, Canela, Comigo-ninguém-pode, Espada de São Jorge Goiabeira, Peregum Folhas Amarelas e Verdes, Jurubeba, Mangueira, Pinheiro Romã, São Gonçalinho, Vence-demanda, entre outras.

Se desejar conhecer mais sobre
a Umbanda clique em
Voltar