Dia de namorados

Eugénio de Sá

 

 

Inda os alvores da vida me tomavam

Do tempo, as melhoras horas pra folgar

Vi, qual anjo do céu que me mostravam

A perfeição que Deus soube forjar;

 

Era um rosto sereno, angélico, gentil

Ornado de oiro em madeixas lavrado

E ao contemplar de longe aquele perfil

Senti que algo me havia transformado

 

E os meus passos sempre me levavam

Na fiel direcção dessa janela

Onde cativos meus olhos se ficavam

À espera de um soslaio no olhar dela

 

E foi exactamente num domingo

Dia de namorados e de amor

Que ao fulgor soalheiro desse dia lindo

Vi nos seus olhos o brilho aprovador

 

 

Bogotá, 14 de Fevereiro de 2010



Fundo Musical: Ho capito che ti amo - Zizi Possi



 
Anterior Próxima Namorados Homenagens
 
Menu Principal