Minas Gerais


- Uma homenagem aos Inconfidentes -

Minas de história, soberana valentia,
vidas ceifadas pela fúria da opressão;
Inconfidência... grito de cidadania,
força da terra onde o Brasil se faz Nação.

Minas de igrejas, Padre-Nosso... Ave-Maria...
Minas de fé – remove montes na oração.
De porta aberta, em acolhida, noite e dia,
ao forasteiro; de onde venha, sempre é irmão!

Ruas barrocas ladeirando-se em cidade,
relembram sonho – Liberdade inda que tarde!,
ao sacro chão das verdes matas das Gerais.

Ao solo pátrio – por miséria avassalado,
volte, meu Deus, este país a ser tocado
pela paixão de inconfidentes ideais!

Patrícia Neme



 

 
Anterior Próxima Poetas Menu Principal