Fim da ilusão


A taça está vazia... Resta o copo,
que anseia receber a gota d' água;
que anseia a mesa simples, prato cheio
de arroz, feijão, farinha... Não de mágoa!

A taça está vazia... Sem disputa,
sem fé, sem esperança... Até sem luta...
Numa passividade tão covarde,
pra quem cantou, gritou... Com tanto alarde.

A taça está vazia... Finalmente
é hora de acordar, olhar pra frente
e ver toda miséria deste chão,
para votar certeiro na eleição.

O futebol não traz cidadania,
emprego, casa própria, educação,
saúde e o comer de cada dia...
Não faz deste Brasil uma Nação!!!

Patrícia Neme



 

 
Anterior Próxima Poetas Menu Principal