Livro Encontro II - Ano de 1980 - Poesia classificada em 3º lugar

COISAS DA VIDA - Sônia E. Sandrini de Miranda

  Carinhos...
   mãos a escorregar pelos corpos perdidos,
   no dilúvio, no prazer
   do momento.
   Uma cólera, um suspiro,
   O ato... tudo acabou.
   Passou o dilúvio, o prazer
   o que ficou,
   uma marca?
         um presente?
   Uma descarga de tensão!
   O cigarro apagou,
   O litro secou,
   Tem gelo?
   Está na hora, vamos embora
   Um aperto de mão,
   até mais ver... selou o momento,
   Não existe mais a interna tempestade,
   nem paixão... sem ressentimento?
   Somos Amigos?
   O que ficou...
   Do momento foi somente,
   uma semente que passou
   a crescer,
         desenvolver,
   O que vai ser... deste ser,
   inocente, que debate-se no ventre
   incoerente, dum ato inconsciente,
   dum dia, duma vida qualquer,
   Inocente que vem, que ficou
   sem querer, dum aperto de mão,
   dum não pensar, do não saber
   o quando que...
   O litro secou,
         o cigarro apagou,
   AMIGOS?



Formatação de Carlos Roberto Lemberg
 

 
Anterior Próxima Fundação Copel Menu Principal