Migalhas de Amor (uma declaração de amor) - Ivete Tayar

Me diz
que amor é este que vive dentro de mim,
que faço força para arrancar,
mas que sempre está presente.

Me fala...
Me explica..
Me ajuda...

Diz se tu és a minha outra parte, minha alma gêmea,
ou se sou eu quem te quero demais e, às vezes,
em momentos que tu estás totalmente desarmado
me vejo dentro do teu olhar...

Diz se somos feitos um para o outro,
ou se sou eu que me sinto dentro do teu peito
com a esperança do teu amor.

Diz se é sonho ou ilusão,
quando sinto teu carinho
de forma diferenciada e agradável para mim.

Me fala
o porquê de conhecer o teu corpo e
o saber de cada curva tua, sem nunca ter te tocado.

Me explica
este aroma de jasmim e rosas que me envolve,
esta paz, esta alegria que sinto ao teu lado.

Me ajuda
a compreender e a aceitar,
pois entendo como este amor tão grande
pode me doer tanto.

Diz, me fala, me explica, me ajuda...

Então se a tua resposta é o silêncio.
Apenas me abraça, me envolve neste carinho,
nesta única migalha de amor

Ivete Tayar

Confissões - Assírius

Venho aqui revelar segredos
Que há muito guardo em meu coração:

Não quero que penses, querida
Que estou sendo pressionado
Por teus questionamentos
Por tuas dúvidas

E esteja certa, bela mulher
Não te reservo migalhas
És a minha musa
Por ti escrevo e em ti sempre penso.

É a teu perfume que eu busco
Nas flores que no caminho encontro

É a tua alma que busco encantar
Quando versos de amor registro
No Recanto dos meus dias

Não trago apenas abraços
Dou-te beijos e mil afagos
De forma que teu corpo –
desejo meu – seja coberto
Com o fulgor das estrelas
Que meu coração cheio de amor
Cultiva a cada anoitecer

Não te aflijas, doce querida
A ti reservo a minha acolhida
A ti desejo nas estações que
Me aguardam

Acalma o teu doce coração
Toma recebe essa linda flor
Colhida do jardim dos sonhos
Que há muito guardo
Nela entrego-te o meu amor
E com ela segue tudo de mim
Neste doce verso
Neste longo e carinhoso abraço.

Assírius

Me entrego para você - Glácia Daibert

Me leva...
Por caminhos de amor e prazer,
se inflame na chama do meu corpo,
me sufoca, me enrosca...

De forma natural se entrega,
me pega, me laça, me abraça...
Vem me induzir aos seus anseios
e aos meus desejos tão loucos...

Que aos poucos vão me consumindo
de tanto amor e prazer.
Eu quero seu amor a qualquer preço,
quero que você me tenha por inteiro,
Quero seus beijos ardentes, tão doces,
tão quentes...

E me embriagar no perfume do
seu corpo para que possamos viajar
neste amor tão bonito.
VENHA... ME BUSQUE...

Glácia Daibert
Uberlândia - MG

Anterior Próxima Duetos Menu Principal