Maçã - Denise Severgnini e Sérgio Serra

Denise
Sérgio

Como teu fruto proibido
nem ligo para o tal pecado
Que serves em porções generosas
que logo me atiça os sentidos

Eu sorvo pedaço a pedaço
quando beijo tuas faces rosas
Gulosa
inebriado.

Desencadeia em mim
como um desejo, um afã,
Uma febre terçã
sensações adoráveis, enfim
Quando me ofertas tua maçã
eu a degusto até o fim.

Denise Severgnini
Novo Hamburgo - RS

Sérgio Serra


 
Anterior Próxima Duetos Menu Principal