Filosofia do amor - Denise Severgnini

Quem sou eu?
Sou uma estrela à procura de um firmamento para brilhar...
Sou um mar à procura de uma praia para quebrar-se...
Sou um sol à procura de um dia para iluminar...
Sou um corpo à procura de uma alma para animar-se...

Quem és tu?
És um firmamento em busca de uma estrela;
És uma praia em busca de um mar;
És um dia em busca de um sol;
És uma alma em busca de um corpo.

Quem somos nós?
Somos a imensidão do firmamento,
onde fulgentes estrelas
abrilhantam as noites
Somos o mar
a quebrar-se na praia
em flutuantes espumas.
Somos o sol
que ao iluminar cada dia
presenteia vida à natureza.
Somos corpo e alma
que animam-se
ao entrarem em conjunção.
Somos nós mesmos!
Eu e tu...
Tu e eu...

Porque nos amamos,
E o amor,
é a razão maior de nossa existência.

Denise Severgnini
Novo Hamburgo - RS - Brasil

Filosofia do amor - Arlete Piedade

Quem és tu que de tão longe me envolves em ternos laços de carinho?
Quem és tu que Deus, o destino, ou a vida, colocou no meu caminho?
Quem és tu ser tão cheio de sentimentos aprisionados, porém sózinho?

Serás o sol, serás a luz, do mar a onda revolta, da montanha o rebelde rio?
Serás o vulcão que explode em lava, serás o fogo ardente que afasta o frio?
Serás no céu a estrela mais brilhante, da cascata a água que escorre em fio?

Não sei quem és, não sei definir o teu carinho, não sei equacionar teu amor
Não sei medir a força que me dás, não sei somar os dias de afecto e ardor
Não sei porque te amo, não sei porque te adoro, é desmedido teu fulgor...

Só sei que me fazes bem, que mesmo de longe me afaga a alma teu sorriso,
Só sei que mesmo tão longínquo, estás sempre comigo, quando é preciso..
Não sei se é filosofia, ciência, poesia, mas teu amor é tudo quanto necessito...

Arlete Piedade (Fada das Letras)
Santarém/Portugal


 
Anterior Próxima Duetos Menu Principal