Querença - Luli Coutinho

Quero a emoção
De chorar na manhã
Sentir o coração
Em rubra maçã.

Quero a tensão
De esperá-lo meu
Sentir o tesão
Ao tocar tuas mãos.

Quero a escuridão
Silenciosa da noite
Palpitar de paixão
Teus beijos queimantes.

Na tua boca abrasadora
Habitar-me canção
No gozo alucinante
Chamá-lo amor! Amor!

Luli Coutinho
19/10/2006

Bem querença - Denise de Souza Severgnini

Quero ter-te mais do que já tenho
Quero-te no hoje,no agora...
Sem demora!
Sorver languidamente o mel do teu beijo
E derreter-me com o teu desejo
A avolumar-se por mim

Quero-te mansamente, como chuva macia
Na hora derradeira, ser mais que matreira
E te saciar!

Deixe-me percorrer teus caminhos
Dar-te meus carinhos
Amar-te vorazmente
E assim tão somente
Falar ao teu ouvido
O quanto te amo
E o quanto és querido!

Denise Severgnini
Novo Hamburgo - RS - 24/10/2006

Anterior Próxima Duetos Menu Principal