Quanto! - José Geraldo Martinez

Quanto andei,
percorrendo estradas desertas!
Quantas pedras, quantos espinhos!
Mãos que se fecharam pelo caminho ...

Braços que não se abriram!
Sonhos que fugiram ...
Quantas vezes cai,
quantas me levantei!
Quantas vezes fui feliz ...
Quantas chorei!
Quantos amigos partiram ...
Quanto, por eles gritei!
Quanto a vida me levou ...
Quanto a vida carreguei.

Quantos santos ...minhas preces!
Em quantos altares me curvei ...
Quantas igrejas, em meu caminho,
entrei!

Quantos buracos e armadilhas!
Por quantas perdas, nesta vida,
passei!
Quantos muros derrubei.
Quantos lobos enfrentei
dentro de mim mesmo e venci!
Quanto a dor se fez presente.
Quanto homem eu fui adiante ...
Quanto eu cresci!

José Geraldo Martinez
Araçatuba - SP

http://www.josegeraldomartinez.hpg.ig.com.br

Quanto mais? - Beatriz por um triz*

Quanto mais a caminhar
antes que chegue a hora
de se fazer o descanso
encontrar o campo manso
sem corpos, sem armadilhas

Quanto mais a caminhar
antes que o ar acabe
e o cansaço decepcionado
me faça desistir de lutar

Quanto mais a aprender
com os engano, com a trama,
com mentira sob o pano da ingratidão.

Quanto mais a crescer
em cada calo da mão
em cada palmo de chão
em que plantei o amor
sem o ver florescer

Quanto mais a esperar
quanto a caminhar
quanto a exercitar a fé
quanto ainda a amar.

Beatriz por um triz*
São Paulo - SP


Anterior Próxima Duetos Menu Principal